val d'orcia

Val D’Orcia

Com certeza quando falamos sobre a Toscana estamos falando de uma das regiões mais bonitas e fascinantes para se visitar quando for a Itália. O ideal é organizar uma viagem para descobrir Val d’Orcia, um local entre as províncias de Grosseto e Siena.

O local é marcado pela passagem do rio Orcia, e pela beleza fora do normal de pequenas aldeias medievais que foram surgindo sob as colinas.

A cidade é conhecida por inspirar diversos artistas, escritores e poetas, desde a época do renascimento, onde muitos pintores tentavam registrar a paisagem natural, que aos poucos foi se transformando em prosperidade e pureza.

A história da cidade é ligada a Enea Silvio Piccolomini, que nasceu em Pienza e se tornou papa em 1458, foi essa figura que desejou fazer com que a cidade em um estilo todo renascentista.

Nenhum viajante passa pelo local sem sair apaixonado!

Será que isso também vai acontecer com você? Confira nosso artigo de hoje e saiba mais sobre Val d’Orcia.

Tudo Sobre Val D’Orcia

Como chegar até Val d’Orcia?

Saindo da região de Siena, Florença e Pisa é possível chegar de forma fácil chegar até Val d’Orcia, alugar um carro pode ser uma boa ideia, isso porque o viajante pode curtir toda a paisagem impressionante do local e ir para outras aldeias na Toscana que também são imperdíveis.

Aqui dá para fazer tudo a pé, mas para conhecer outros lugares é preciso ir se locomovendo de ônibus!

Há ônibus de Siena para Val d’Orcia direto!

Se desejar ir de uma região mais longe, o melhor é ir até Siena, cidade considerada central, e depois ir até Val d’Orcia.

bagno vignoni

Roteiro para Val d’Orcia

Ficar cerca de dois a três dias por aqui é essencial para conseguir conhecer tudo e admirar a bela paisagem, claro, quem desejar ficar mais para aproveitar tudo com calma também não vai se arrepender.

Como já introduzimos, estamos falando de uma das regiões mais bonitas de toda a Itália, onde é possível ver a beleza da natureza ao meio de construções históricas.

Diversidade é o que não vai faltar por aqui, desde castelos medievais, abadias, campos repletos de girassóis e de trigo na cor de ouro, colinas cobertas de parreiras e oliveiras, são somente um gostinho de tudo que este lugar pode proporcionar.

Em termos turísticos, Val d’Orcia não vai ter a mesma popularidade que outras cidades da Itália, como é de se esperar.

Com certeza para os apaixonados de vinho não pode faltar uma passeio pelas plantações de uva e depois acompanhar a preparação do vinho, isso é possível no mês de Setembro.

E se tem algo que você não pode perder durante a sua visita a com certeza é a Abadia de Sant’ Antimo, que é um mosteiro construído entre os séculos XI e XII em estilo românico toscano.

Porém, as lendas sobre o surgimento do local começam ainda 300 anos antes de tudo isso, lá em 781!

O que dizem é que nessa época, o imperador Carlo Magno foi até Roma em peregrinação e recebeu algumas prendas do Papa da época, Adriano I.

Essa prendas se tratavam de relíquias de São Sebastião e Antimo. Durante a viagem de volta eles passaram por uma epidemia de peste, e ele prometeu que se sobrevivesse iria fazer um mosteiro como forma de agradecer.

Lenda ou não, temos aqui um monumento incrível, rico em detalhes para completar sua viagem maravilhosa.

montepulciano

Onde Ficar?

Em relação a preço e qualidade temos o ‘’Hotel Ristorante Al Brunello di Montalcino’’ que custa cerca de 105 euros por noite para duas pessoas.

O hotel tem uma localização privilegiada com vista para Toscana, conta com wi-fi, banheira, ar condicionado e até mesmo parque de estacionamento para quem estiver de carro.

Comida Típica do Local

Ninguém pode passar pela região sem provar dos vinhos. Há o famoso vinho Brunello di Montalcino, mas há outras opções excelentes como o Rasso di Montalcino e o Orcia DOC.

O azeite de oliva DOP Terre di Siena, também se torna típico da região, e por isso você pode pedir pratos que levam ele! O azeite é conhecido pelo seu gosto amargo, e picante!

Outra coisa que faz muito sucesso pela região, é o mel de castanha, girassol e mil flores.

Os salames e o queijo pecorino (queijo de leite de ovelha que é produzido desde a pré-história, segundo dados arqueólogos) também não podem faltar na sua degustação de pratos típicos da região. O açafrão também deve estar na sua lista.

Como podemos ver, visitar Val d’Orcia é misturar paisagens, história, arte e muita comida regada a vinho! A paixão de todos ao visitarem o local, realmente não é a toa.

E então, já ficou a saber mais sobre Val d’Orcia, a sua história, transportes, o que visitar, onde se hospedar, etc…?

Se você gostou de conferir nossas informações acerca dessa região da Toscana, continue em nosso site e confira mais dicas.

Leave a Reply

Your email address will not be published.